Image Alt

Pilates é bom para hérnia de disco?

De acordo com o Ministério da Saúde, de 60 a 80% da população sofre ou sofrerá com dores na coluna. E, por volta de 5,5 milhões de brasileiros tem hérnia de disco. Pois é, o problema é mais comum do que se imagina. Mas alguns métodos podem ajudar na reabilitação, entre eles, o pilates.

A hérnia de disco é uma doença degenerativa da coluna vertebral. Ela ocorre quando o líquido pulposo existente no disco intervertebral sai por meio de uma fissura do seu anel fibroso.

O disco intervertebral é uma estrutura cartilaginosa que fica entre uma vértebra e outra. Composto por núcleo pulposo (ou líquido viscoso), tecido cartilaginoso chamado de anel fibroso, e uma placa terminal.

Na lista de fatores que podem provocar a hérnia de disco, os principais são os hereditários, mas traumas de repetição (como no trabalho ou praticando um esporte) abalo direto, fumar, idade avançada e sedentarismo também estão entre os motivos para a lesão.

Dores na região em que existe a lesão discal, podendo estas atingir outras partes do corpo (como braços, mãos, dedos, pernas e pés), formigamentos e dormência nos membros estão entre os sintomas mais comuns da doença. Ainda nos casos mais graves, pode acontecer da pessoa perder força nas pernas e sofrer com incontinência urinária. No entanto, o diagnóstico exato deve ser feito clinicamente.

A longo ou curto prazo, o pilates é um tratamento muito eficaz quando se fala em hérnia de disco. Após a fase inflamatória, quando o paciente sai da crise e não apresenta mais dores, o pilates realizado de forma correta e individual, irá auxiliar na estabilização da musculatura vertebral, evitando que o problema volte a surgir.

O método busca o desenvolvimento do corpo de forma uniforme, melhorando o condicionamento físico e mental com exercícios que trabalham o corpo todo. O praticante de pilates aperfeiçoa sua consciência corporal, flexibilidade, equilíbrio e força muscular por meio da concentração, fluidez, controle, respiração, postura, entre outros princípios.

Seja uma pontada ou dor intensa, qualquer problema nas costas preocupa. Procure um especialista para receber o diagnóstico correto e iniciar um tratamento o mais rápido possível.