Image Alt

Pilates Clínico, já ouviu falar?

Praticado por diversas pessoas (inclusive dizem ser a atividade física mais realizada pelas famosas), o pilates fortalece pernas, braços, costas e ombros, fazendo bem não só para o corpo como também para a mente. Mas sabia que pilates não é tudo igual?

Existem duas modalidades de pilates: fitness e clínico. De um modo geral, o pilates fitness é praticado por quem busca condicionamento físico, enquanto o clínico é indicado para reeducação postural. Neste texto vamos falar um pouco mais sobre esse segundo tipo de pilates, o clínico.

Os exercícios físicos realizados no pilates clínico enfatizam o equilíbrio do corpo por meio do fortalecimento, principalmente do core (conhecido como o centro da gravidade do nosso corpo) e da flexibilidade. Uma vez fortalecido, o core abdominal atua em conjunto com os músculos, dando estabilidade por todo o tronco e melhorando a postura –  inclusive aquela dor nas costas chata é aliviada. E vale ressaltar também que este tipo de atividade não causa impacto nas articulações.

Diante desses benefícios, vem a pergunta: mas quem pode fazer? Pessoas que sofrem com alterações posturais, desequilíbrios musculares, problemas articulares, fibromialgia, dor lombar ou cervical, hérnia de disco, tensão muscular ou qualquer outro tipo de incomodo.

Desenvolvidos individualmente, os exercícios do pilates clínico são seguros e proporcionam uma melhor qualidade de vida. Porém, antes de iniciar, é recomendado que seja realizada uma avaliação detalhada, para que sejam indicados os melhores movimentos, de acordo com as necessidades de cada um.

Na Clínica Finit a reabilitação postural é uma das prioridades, por isso, o pilates clínico é realizado com a máxima eficiência e responsabilidade. Entre em contato para saber mais.