Image Alt

Osteofitos – Bico de Papagaio

Popularmente conhecida como bico de papagaio, a doença denominada osteofitose é uma das formas de manifestação da artrose, que atinge a coluna vertebral.

Mesmo antes de aparecerem os osteófitos marginais, os discos intervertebrais (“amortecedor” entre as vértebras) já envelhecem, desgastando e perdendo suas características normais. Com o desgaste da articulação vertebral (degeneração do disco intervertebral), acontece a instabilidade do segmento da coluna, e assim a micro movimentação de forma anormal.

Na tentativa de estabilizar e fusionar este nível doente da coluna, o corpo humano faz crescer osso. Assim ocorre a formação óssea nas bordas articulares, à frente e/ou para ao lado do disco intervertebral.

bico-de-papagaio-desenho-clinica-finit

Não é apenas a idade que pode ser um fator desencadeante da doença. O problema pode ser hereditário e provocado também pela má postura, obesidade e sedentarismo. No entanto, traumas na coluna sofridos anteriormente e doenças reumáticas podem estar associados ao aparecimento da lesão.

Os principais sintomas geralmente não são diretamente causados pelo bico de papagaio e sim pelas alterações relacionadas. O principal sintoma associado é dor próxima ao local, podendo ou não apresentar sinais neurológicos dependendo da sua localização.

A fisioterapia exerce um papel importante na reabilitação. Atuando na melhora da dor com técnicas analgésicas, na melhora da postura e do gesto desportivo com exercícios posturais, exercícios de alongamento, fortalecimento muscular e também exercícios de estabilização segmentar.

O tratamento adequado irá proporcionar uma melhora na qualidade de vida do paciente, com ausência de dor e uma articulação mais estável para realização de esportes e das atividades do dia a dia.