Image Alt

Fisioterapia na gestação ajuda a manter o bem-estar e a saúde da mãe e do bebê

Quando uma mulher descobre que está grávida, na maioria das vezes, a alegria e a empolgação ficam evidentes. Porém, com o passar do tempo, se a futura mamãe não procurar alternativas, as transformações podem não ser encaradas com tanta naturalidade.

A gestação muda não apenas a parte física, mas também o lado emocional da mulher. E nesta etapa, além das preocupações com a saúde e o desenvolvimento do bebê, o corpo merece atenção. Manter uma dieta saudável e praticar atividade física são essenciais, os exercícios também ajudam na hora do parto e amenizam os efeitos das alterações corporais.

E uma ótima atividade para a mulher grávida fazer é a fisioterapia para gestante. Nela são realizados exercícios respiratórios, de correção postural, flexibilidade, alongamento, assim como os voltados ao metabolismo e a preparação para o parto, tudo com o objetivo de prevenir disfunções, amenizar as dores e reduzir os desconfortos.

A fisioterapia para gestante pode ser feita a partir do segundo trimestre de gestação, e tem como alguns dos benefícios:

  • Reduzir inchaços, câimbras e estresse
  • Diminuir as dores lombares, nas articulações, pernas e pés
  • Melhorar a postura, a disposição, a qualidade do sono e a circulação
  • Controlar o peso
  • Aumentar o fortalecimento muscular e a autoestima

Gravidez é um período especial, que exige bastante da mulher, por isso, não deixe de se cuidar.