Image Alt

Como se livrar da cervicalgia

A cervicalgia, mais conhecida como dor no pescoço, é a segunda reclamação mais frequente entre as pessoas. Ela costuma ser insidiosa, mas raramente se inicia de maneira súbita.

Os músculos do pescoço devem estar sempre preparados para suportar o peso da cabeça e quando são submetidos a uma carga maior do que suportam ocorre um tensionamento na musculatura, formando nódulos de tensão.

A pessoa com cervicalgia costuma adquirir posturas inadequadas devido a dor e falta de mobilidade no pescoço.

As principais causas da cervicalgia são fraqueza na musculatura do pescoço, má postura, bruxismo (apertamento dos dentes), posição inadequada para trabalhar e para dormir, com o uso de travesseiro muito alto ou muito baixo, bem como fatores emocionais como o estresse.

As atividades de trabalho que exigem muita atenção e permanência excessiva na mesma posição geram má postura do pescoço (anteriorização da cabeça), dos ombros (protusão) e da coluna dorsal (aumento da cifose torácica- corcunda) acarretando no aumento da tensão muscular e dor. No início será apenas uma tensão muscular, mas com o passar do tempo, se nada for feito, poderá acarretar um desvio postural crônico. Isso é muito comum em pessoas que trabalham em frente ao computador, dentistas, cirurgiões, motoristas, atendentes de telefone entre outros.

Para manter a boa postura e evitar sobrecarga muscular é fundamental a prática de atividade física voltada para o fortalecimento da musculatura da coluna vertebral , o pilates é um bom exemplo.

O tratamento da cervicalgia é baseado em um programa fisioterapêutico que visa a eliminação da dor, o fortalecimento dos músculos posturais e profundos da coluna vertebral e a melhora da mobilidade músculo articular. Para isso são utilizadas técnicas de eletrotermofototerapia, fisioterapia manual, RPG e exercícios de estabilização segmentar da coluna vertebral.

Fique atento, se sentir algum desconforto procure um profissional capaz de orientá-lo da melhor maneira possível.