Image Alt

Será que você tem algum desses problemas posturais?


Todo mundo já sentiu dores nas costas alguma vez na vida. Às vezes, elas vêm e vão – em consequência de algum mau jeito ou mesmo um esforço físico a mais. Também existem, porém, aquelas dores persistentes – que dia após dia permanecem incomodando ou até impedindo que as atividades cotidianas sejam feitas normalmente.

Se você sofre desse mal, sabe o quanto ele pode ser prejudicial. Mas, assim como em qualquer outra parte do corpo, a dor é um alerta de que algo não vai bem. Por isso, é importante identificar o motivo que está levando suas costas a doerem tanto e procurar minimizá-lo o quanto antes com educação postural ou mesmo fisioterapia para corrigir a postura.

Para te ajudar a entender o que pode estar se passando com a sua coluna, listamos abaixo alguns dos problemas posturais mais comuns e como identificá-los. Conheça quais são eles:

Hiperlordose

A hiperlordose nada mais é do que um aumento da curvatura da coluna – podendo ser na parte cervical ou lombar.

Nestes casos, a dor pode ocorrer por fraqueza do abdômen, encurtamento de certos músculos dos quadris ou mesmo excesso de trabalho dos músculos posteriores da lombar. Normalmente, isso leva o bumbum a ficar bastante empinado para trás – o que causa ainda mais dores.

Isso quer dizer que, qualquer que seja o diagnóstico, é preciso equilibrar da melhor maneira os músculos lombares e do quadril para que o incômodo seja amenizado.

Escoliose

A escoliose é uma alteração que promove um encurtamento da postura, ocasionando uma rotação ou uma inclinação da vértebra e formando um “S” na coluna.

O problema pode ocorrer por diversos fatores. Durante o crescimento de adolescentes, por exemplo, o rápido estiramento pode aumentar esse encurvamento. A má postura também pode ser a responsável por esse tipo de diagnóstico – que é bastante comum.

Dependendo da pessoa ou da gravidade da escoliose, é possível observar as curvaturas a olho nu ao inclinar o tronco para a frente. 

Hipercifose

A hipercifose é um aumento da curvatura da coluna toráxica muito comum entre pessoas de altura bastante elevada ou ainda entre idosos, que tendem a apresentar uma espécie de corcunda.

O problema causa ombros para a frente e anteriorização da cabeça, formando um “C” e fazendo com que os músculos posteriores da cervical façam um esforço excessivo para manter a cabeça olhando para a frente.

Retificação

Manter a coluna ereta é um daqueles conselhos que escutamos o tempo todo – mas nem sempre deve ser seguido à risca! 

Figurando entre os problemas posturais mais comuns, a retificação acontece quando há uma diminuição das curvaturas normais da coluna.

Geralmente, ela acontece na região cervical por consequência de um excesso de atividades dos músculos posteriores ou ainda por tensão, rigidez, hereditariedade ou má postura.

Como tratar problemas posturais?

Se você está cansado de sentir dores nas costas ou mesmo se identificou com algum dos desvios descritos acima, está mais do que na hora de cuidar da postura!

Vale lembrar que uma postura ruim pode trazer muitos outros problemas de saúde. Por isso, cuidar da coluna é mais do que fundamental para o bom funcionamento do corpo em geral. 

E para manter esse equilíbrio, nada melhor do que trabalhar a educação postural para recuperar as curvaturas corretas da coluna e aliviar as dores – criando mobilidade e estabilidade em perfeita harmonia.

Neste cenário, a fisioterapia para corrigir a postura surge como um dos principais meios de cuidado efetivo e não cirúrgico, possibilitando a avaliação criteriosa de um profissional e a determinação de exercícios específicos para o problema apresentado.

O objetivo final, qualquer que seja o caso, é alinhar a coluna por meio de técnicas de movimentação – com especial atenção às dores sentidas e aos hábitos do paciente. Dessa maneira, trabalha-se o fortalecimento dos músculos e o realinhamento necessário. O importante é se livrar dos incômodos de uma vez por todas!

Na Clínica Finit, temos uma equipe preparada para apoiar nossos clientes em tratamentos posturais clínicos, RPG, postura estética e pilates. Para falar com a gente sobre o assunto e saber mais, é só entrar em contato!






Deixe um comentário: