Image Alt

Laser de Thulium: saiba porquê essa tecnologia é tendência para tratar a pele

Lavieen

Que a tecnologia vem se aprimorando cada vez mais não é segredo para ninguém – e essa máxima não é diferente quando o assunto é beleza e estética. Todos os anos, o mercado anuncia novidades que buscam entregar resultados ainda melhores e protocolos cada vez mais precisos.

E entre os lançamentos que mais ganharam espaço no último ano neste universo está, sem dúvidas, o Lavieen – aparelho lançado no Brasil em 2020 e que utiliza o laser de Thulium para promover o efeito BB Cream na pele.

Quer saber mais sobre o que este tratamento pode fazer por você? Te explicamos tudo logo abaixo!

O que é o Lavieen?

O Lavieen é uma tecnologia coreana de laser de Thulium não-ablativo/ablativo voltado para tratamentos estéticos e dermatológicos que reproduz os efeitos e benefícios do BB Cream na pele do paciente – sem a necessidade de retoque por muitos meses.

Como o laser de Thulium funciona e para que ele serve?

O laser de Thulium recebe esse nome devido ao elemento químico que emite a luz na hora da aplicação.

Ele é capaz de tratar diversos problemas que estejam localizados entre as duas primeiras camadas da pele de maneira precisa e eficiente. É por isso, aliás, que possui o conceito de BB Cream – já que promove os efeitos estéticos da maquiagem com o mesmo nome, porém com resultados prolongados.

Conheça alguns dos efeitos que podem ser atingidos com Lavieen:

Em que época do ano posso fazer sessões de Lavieen?

Sem dúvida essa é uma ótima notícia: as sessões de Lavieen podem ser feitas em qualquer época do ano! Diferente de outros tratamentos, o laser de Thulium pode ser aplicado em peles bronzeadas e, por isso, não é preciso esperar o verão passar para começar o protocolo.

Será que o laser de Thulium é para mim? Posso fazer o protocolo BB Cream?

Antes de marcar sua sessão de Lavieen e conhecer as maravilhas que este tratamento pode fazer pela sua pele, é importante realizar uma avaliação completa com um profissional especializado. Dessa maneira, é possível entender se o procedimento será ablativo ou não ablativo.

Vale lembrar também que a recomendação é de sempre respeitar o intervalo de quatro semanas entre uma sessão e outra – assim, sua pele tem tempo de se adequar melhor ao tratamento.

Ainda tem dúvidas? Fale com a Clínica Finit e agende sua avaliação hoje mesmo! 

Deixe um comentário: