Image Alt

Flacidez ou Celulite, você sabe diferenciar?

Elas estão na lista dos piores pesadelos das mulheres: celulite e flacidez. Elas aparecem por diversos motivos, mas a aparência preocupa igualmente, assim como os principais fatores que as desencadeiam.

A flacidez é gerada pela diminuição de estruturas cutâneas fundamentais para a manutenção da hidratação e tonicidade dos responsáveis pela sustentação das partes sem firmeza do corpo, apoiando e ligando os tecidos uns aos outros. Ela pode ser classificada como muscular, cutânea ou ambas.

No caso da muscular, ocorre quando há uma diminuição do tônus e trofismo muscular, sem obrigatoriamente se tratar de uma doença. A cutânea se deve à perda de elementos do tecido conjuntivo, como fibroblastos, colágeno e elastina, diminuindo a firmeza entre as células, causando um “afrouxamento” na pele.

Já a celulite consiste no acúmulo de gordura entre os cordões conjuntivos fibrosos que “amarram” a pele ao músculo. Quando ocorre esse acúmulo, as células gordurosas empurram a pele, que é puxada pelos cordões fibrosos, criando uma superfície irregular.

A celulite pode ser classificada em três graus: grau 1 = leve; grau 2 = moderada; grau 3 = grave, isso depende do número de depressões, aspectos da área atingida e presença ou não de flacidez. Nos casos leves ela pode ser vista apenas quando a pele é comprimida. Já nos casos mais severos a pele perde a aparência lisa e apresenta áreas de elevações e depressões.

Alguns aspectos são comuns entre flacidez e celulite. A incidência é bem maior em mulheres. E a presença de alterações hormonais, gordura localizada, retenção líquida, má circulação, sedentarismo, perda de massa muscular, má alimentação, genética e a idade são fatores que desencadeiam os problemas.

Tratamentos

Entre as diferentes formas de prevenção e tratamento é possível contar com a fisioterapia. O fisioterapeuta dispõe de técnicas específicas para assegurar e potencializar resultados efetivos de tratamento, como radiofrequência, cavitação drenagem linfática manual, endermologia, terapia por meio de ultrassom, massagem modeladora e uso de correntes elétricas. Mas, se faz indispensável a prática de atividade física regular e constante, bem como a manutenção do peso corporal.

Venha fazer uma avaliação.

Deixe um comentário: