Image Alt

Bigode chinês masculino tem tratamento! Conheça as novidades do mercado

Não é nenhuma novidade que, ao longo da vida, a nossa pele vai perdendo elasticidade. Consequentemente, nos deparamos no espelho com marcas de expressão que podem ser bastante incômodas e afetar a autoestima – e é claro, o tão temido bigode chinês é um dos principais inconvenientes que afetam tanto as mulheres quanto os homens. 

O sulco nasogeniano, nome oficial do problema, nada mais é do que aquele “risquinho” que se forma da ponta do nariz até o canto do lábio, deixando um aspecto de rosto caído. Neste sentido, também há o agravante da perda de estruturas que dão sustentação ao rosto (como ossos e gorduras) – um processo natural que começa a acontecer a partir dos 25 anos. 

Mas não se preocupe: se você está se sentindo incomodado com o bigode chinês, saiba que há sim formas de tratamento! Ao longo do texto, te explicamos tudo o que você precisa saber sobre. 

Quais as causas do bigode chinês em homens?

Apesar do bigode chinês aparecer de acordo com o passar dos anos, existem alguns maus hábitos que podem agravar o problema – e, por isso, é importante evitá-los. São eles: 

  • Hábito de fumar;
  • Má alimentação (principalmente excesso de açúcares);
  • Falta de hidratação do corpo;
  • Flacidez da pele;
  • Privação de sono;
  • Exposição exagerada ao sol sem proteção adequada;
  • Predisposição genética;
  • Dietas drásticas e restritivas;
  • Perda excessiva e súbita de gordura.

Quais os melhores tratamentos para o bigode chinês?

Além de evitar os hábitos que citamos acima, um bom procedimento estético faz toda a diferença para amenizar de vez essa linha de expressão. Abaixo, listamos os três principais procedimentos estéticos recomendados para esse problema:

  • Radiofrequência

A radiofrequência é uma técnica que promove o aquecimento de camadas da derme que estimulam a produção de fibras de colágeno e elastina. Essas substâncias melhoram a flacidez, ajudando no tratamento de marcas de expressão facial.

  • Microagulhamento robótico

O microagulhamento robótico basicamente consiste em um aparelho que emite uma onda magnética por meio de pequenas agulhas, as quais são responsáveis por estimular a produção de colágeno na pele. Aqui na Clínica Finit, temos à disposição a plataforma Endymed – um tratamento de microagulhamento robótico combinado à radiofrequência. Com poderosas ponteiras, o aparelho pode agir na melhora da flacidez, cicatrizes, rejuvenescimento e, é claro, no combate às linhas de expressão faciais. 

  • Ultrassom microfocado

O ultrassom é um tratamento que age nas camadas mais profundas da pele, com o objetivo de melhorar o contorno facial e atenuar a flacidez. Esse tipo de procedimento ajuda a deixar a pele mais firme, o que contribui para amenizar marcas mais intensas – como é o caso do bigode chinês.

Aqui na Clínica Finit, utilizamos o aparelho Ultraformer III. Essa tecnologia combina ultrassons micro e macro focados, agindo nas camadas profundas da pele e estimulando a produção de colágeno. E é claro: se trata de um procedimento não-invasivo.

Se você quer entender qual é o melhor procedimento estético para o seu caso, entre em contato com a Clínica Finit e agende sua avaliação!

https://finit.clinicafinit.com.br/e-book-guia-celulite

Deixe um comentário: